Acredito que todos querem o extraordinário acontecendo em suas vidas, em sua família. Mas o ponto é: você está fazendo o extraordinário?

É um pouco estranho estarmos fazendo o arroz feijão e esperarmos comer risoto de limão siciliano com filé ao molho quatro queijos não é?

Mas infelizmente é a grande realidade da maioria das pessoas. Fazem simplesmente o automático, aquilo que está ao alcance de seus braços, faz aquilo simplesmente para a coisa não deixar de funcionar. Não apenas no trabalho digo que exista esse comportamento, mas também em sua vida como um todo: saúde, relacionamentos, educação de seus filhos.

Quero que intendam que para ter um resultado e uma vida extraordinária lá na frente em longo prazo, nos temos que ter atitudes que condizem com esse pensamento futurista. E não simplesmente tomar atitudes que expressam nossas vontades momentâneas.

Você acredita que estar resolvendo problemas que surgem no seu dia a dia, em suas vendas, em seu estoque, em sua equipe é a maneira mais eficaz de você ser extraordinário? Bom eu acredito que não, pois isso é o que a grande maioria faz, e sabemos que a grande maioria não alcança o extraordinário.

O grande problema é que nosso cérebro sempre induzirá a estarmos fazendo esse tipo de atitude. Sabe por quê? Porque eles trazem prazer momentâneo, no fim do dia você achará que produziu demais, que resolveu um monte de coisa e com isso seu dia foi foda. Mas é ai que eu pergunto: para sermos extraordinários não temos que ter pensamentos de longo prazo? Pois é, logo vemos que para chegarmos ao extraordinário então, muitas vezes temos que ir contra as vontades de nosso próprio cérebro, contra ideias que estão enraizadas lá de geração em geração.

Desta forma entendemos que essas atitudes apenas resolvem os dilemas de curto prazo, com isso quando você se der conta no futuro estará vivendo o seu presente novamente. Ou seja, resolvendo problemas do dia-a-dia. Traduzindo você não terá evoluído em nada.

Mas então a pergunta que fica é: será que temos que fazer sempre o mais difícil o tempo todo? Trabalhar fora da zona de conforto em tempo integral?

É claro que não, pois qualquer máquina que trabalha em sua capacidade máxima excessivamente vai dar problema. E nosso corpo e mente não são diferentes disso não é mesmo?

Por isso acredito que tenha sim um meio termo. Contudo o cerne da ideia, entrando na parte matemática da coisa (ela nunca mente): seriam que se somarmos nossas atitudes no fim da semana elas tenham sido muito mais fora de nossa zona de conforto do que dentro dela, correto?

Já que entramos na parte da matemática, tenta compreender isso: entenda que cada semana você terá um resultado de suas atitudes correto? Esse resultado em si não será o extraordinário que você busca, porém a somatória desses resultados, quando positivo sempre agregaram para que você chegue ao final da equação desejada.

No fim das contas a matemática domina tudo mesmo não é? Ai quem me dera se fosse tão fácil assim, infelizmente entram muitas variáveis nesta equação, onde ninguém mais que nós devemos administrar e alocar da melhor maneira na formula, para que ela não prejudique o resultado final da conta de nossas vidas.

Com toda via, por mais que seja complexa a matemática da vida, se o seu somatório semanal der sempre negativo, saiba meu amigo, que seu resultado será negativo. Ou seja, em longo prazo, você estará pior do que está hoje.  E se você for mediano, ou seja, só fazer o que está fazendo sem somar algo positivo, você continuará no mesmo lugar que está. Simples assim.

Depois de falar sobre tudo isso, quero deixar bem claro aqui que o extraordinário pode variar muito. Ou seja, o que é extraordinário para mim é diferente do que é para você e também para o Bill Gates concorda?

E quando falo extraordinário, não seria dinheiro, mas sim fazer as coisas da SUA melhor maneira possível. Aqui entenda que cada um tem seu melhor possível, por isso a importância de não nos compararmos com o extraordinário do vizinho, pois se colocar o dele como parâmetro você irá se perder no meio deste processo, pois não estará alinhado com o seu extraordinário.  Está aí um grande problema vivenciado na população mundial hoje: sempre se comparando com extraordinários alheios.

Enfim, ninguém melhor do que você para saber se está sendo feito o seu melhor possível e com isso está somando pontinhos positivos para chegar a SEU extraordinário.

E é claro que o extraordinário para muitos pode ser apenas aquele prato de arroz, feijão que eu comentei no começo do artigo, às vezes você nem gosta de risoto. E quer saber? Está tudo bem! Temos que respeitar o extraordinário de cada um, se não fosse assim o mundo teria pessoas apenas comendo risoto de limão siciliano com filé ao molho quatro queijos. E isso não seria nem um pouco legal.

Finalizando agora você deve estar se perguntando em como pode chegar ao extraordinário, correto?  E eu posso ti dizer algo simples que me ajudou muito a somar pontos positivos e devagar mudar meus pensamentos e atitudes: comece a ler.

Sabe aquele livro que ganhou há seis meses e nem tirou o plástico? Se você tivesse lido uma misera página por dia, já teria terminado ele e começado outro. Sabe como? Para de olhar um pouco o que seu artista preferido está almoçando e leia um pouco todo dia para você ver como fará a diferença em sua equação semanal. Lembre-se comece com apenas UMA página.

Outra linha de pensamento que me ajudou e que acredito que pode ajudar a todos seria aquele curso caro que você não sabe se irá fazer porque pensa: será que este curso valerá a pena? Dai eu reformulo sua forma de pensar e refaço a pergunta: você fará esse curso valer a pena?

Quando entramos nesta linha de pensamento que nós mesmos fazemos valer a pena as coisas, os momentos, os relacionamentos, o trabalho, tudo fica diferente. Toda conversa, toda pessoa, todo lugar, todo curso pode agregar algo novo e importante em sua vida. Quando enxergamos isso parece que diagnosticamos o óculos certo para corrigir a miopia mental na qual sofríamos.  É extraordinário, experimente!

Eu finalizo desejando realmente que sua vida seja extraordinária, pois acredito muito que juntando o seu extraordinário com o meu e de várias outras pessoas iremos conseguir fazer um mundo extraordinário.

Seja extraordinário, faça o extraordinário, ajude de forma extraordinária, perdoe e ame extraordinariamente, para assim viver o extraordinário!

Não saia ainda!

Se acaso ficou alguma dúvida fale com nosso time, sem compromisso!

Formulário Recebido

Em Breve Entraremos Em Contato!

Se preferir contate-nos pelo WhatsApp, clicando no Botão Ao Lado!