O que tem maior poder de influência em sua empresa: Lucro ou Fluxo de Caixa?

Não é raro ouvir gestores confundir lucro com saldo financeiro. Eles referem-se com frequência ao dinheiro que sobra na conta bancária como lucro e outros se perguntam onde está o dinheiro que aparece no lucro do DRE (Demonstrativo de Resultado da Empresa) sendo que seu caixa está bem apertado ou até mesmo negativo, sim é possível: você estar tendo um resultado positivo (lucro), porém seu caixa estar tendo um resultado negativo. Acontece nas melhores famílias, ou melhor, nas melhores empresas e este cenário pode estar ocorrendo pela organização estar começando a dar lucro a pouco tempo ou por ser um Lucro com pouca expressão. É muito importante analisar caso a caso, mas negociações com fornecedores de prazos maiores ou aportes de sócios aumentando o capital de giro da empresa podem ajudar bastante neste cenário analisado. Com isso, por desconhecimento os gestores cometem um dos mais comuns e perigosos erros de gestão financeira, confundem Lucro com Saldo de Caixa e vice versa.

Vamos agora ir para o conceito desses dois dados financeiros que são tão importantes para a gestão de um negócio.

Lucro é uma margem que indica a eficiência econômica da operação, informa rentabilidade. Saldo de caixa tem haver com liquidez e disponibilidade financeira: Significa dinheiro. Lucro não.

O lucro deve ser apurado pelo “regime de competência” onde os eventos são considerados pela data em que foram originados independentes se foram pagos ou recebidos. Não importa se o cliente comprou, mas não pagou, para o calculo de lucro é considerado tudo que sai da empresa naquele período. Já o saldo financeiro é apurado pelo “regime de caixa” onde os eventos são considerados pela data efetiva do recebimento ou desembolso, independente da data em que foram originados.

Para apurar o lucro devemos contrapor então as receitas faturadas, independentes de terem sido recebidas ou não neste período e os gastos (custos e despesas fixas e variáveis) incorridos no mesmo período de tempo. É muito importante salientar aqui, que estes custos e despesas incorridos neste calculo, vai muito além de aluguel, água e luz. Contabilizamos toda a depreciação da empresa (máquinas, prédios, automóveis e outros), calculamos a taxa de inadimplência média, os custos de décimo terceiro, férias, acerto médio de funcionários, juros de empréstimos bancários, imprevistos em geral. Já para se chegar ao saldo de caixa devemos considerar apenas o saldo inicial, somar com as entradas e deduzir as saídas.

No lucro trabalhamos com duas variáveis (quantidade e unidade monetária) que impactam na sua formação. No saldo de caixa temos que lidar com três variáveis (quantidade, unidade monetária e prazos) que impactam no seu resultado final. Isso quer dizer que as políticas de crédito e recebimento, de liquidação do contas a receber, de investimento em estoques e períodos de pagamento afetam o saldo de caixa, que também é afetado pelo lucro. Aqui é importante exaltar a preocupação de um estoque enxuto, onde não deve ser feito decisões de compras grandes, por ter sido concedido descontos via fornecedores em determinados produtos, sem antes uma análise criteriosa em todo o fluxo de caixa da empresa. Futuramente este dinheiro pode fazer falta em outras aquisições da empresa, como investimentos, ou compras de produtos inesperados, dai o gestor deverá abaixar o preço do estoque parado para se recuperar este capital e lá se foi embora o desconto que conseguiu de seu fornecedor. Lembre-se sempre estoque excessivo é dinheiro parado, poderia ter sido investido ou comprado outros produtos de maior giro para a empresa.

A relação entre lucro e saldo de caixa é bastante intensa apesar das diferenças. Se os prazos de recebimento e pagamento forem todos zeros (tudo o que devemos pagar e receber é feito no momento da aquisição ou da venda), por exemplo, lucro e saldo de caixa seriam iguais se não fossem as contas não desembolsáveis como depreciação e provisões para devedores duvidosos. Se o saldo de caixa é alto e consigo aplicar o excesso gerando receitas financeiras (faturamento), consigo aumentar o lucro. Por outro lado, se o saldo de caixa é insuficiente e preciso de financiamento (empréstimos), as despesas com juros reduzem o lucro.

Uma companhia pode ter um fantástico fluxo de caixas e ainda assim não ser lucrativa. A Amazon.com levantou tanto dinheiro com a venda de ações em meados dos anos 90, que ficaram com $2.000.000.000 no banco. Todo ano, eles gastavam mais dinheiro do que faziam, portanto o seu lucro anual era negativo. Mas por terem tanto dinheiro em reserva, eles podiam dar-se o luxo de cobrir a diferença tirando da sua conta bancária. As imensas entradas de dinheiro provenientes do mercado de ações compensavam pelas perdas contínuas. Somente depois de uma década a Amazon.com começou realmente a lucrar como empresa, de forma que hoje ela tanto tem um bom fluxo de caixa quanto é lucrativa. O que seria o resultado almejado por toda empresa que deseja o sucesso.

Portanto lembre-se: lucro é o total de dinheiro que lhe resta depois de obter o seu retorno e pagar as suas despesas. Fluxo de caixa é quando você de fato recebe e paga o dinheiro. Em longo prazo, você precisa eventualmente tornar-se lucrativo, pois se não, mesmo tendo um caixa positivo ele mudará este cenário e sua empresa se tornará inviável. Em curto prazo, mesmo se você for lucrativo, você sobreviverá ou fracassará dependendo de ter ou não dinheiro para pagar as contas, ou seja, dependendo do seu fluxo de caixa. Desta forma podemos chegar à conclusão que o que têm maior poder de influência na organização seria o fluxo de caixa, pois o lucro mesmo estando negativo, a empresa ainda consegue sobreviver e cumprir seus deveres por um determinado período. Já o saldo financeiro se estiver negativo, já é alerta total. Por isso cuide de seu Fluxo de Caixa tão ou até mais que seu Lucro.

Quer falar com um Especialista? Preeencha o Formulário!
Qual a melhor forma de contato?
Whatsapp
E-mail
Telefone
Categorias

Não saia ainda!

Se acaso ficou alguma dúvida fale com nosso time, sem compromisso!

Formulário Recebido

Em Breve Entraremos Em Contato!

Se preferir contate-nos pelo WhatsApp, clicando no Botão Ao Lado!